Solidão pode matar? Vida Sim

A solidão, além de um sentimento, pode ser uma doença com diversos efeitos devastadores para a saúde. O alerta é de que pessoas solitárias tem quase duas vezes mais chances de morrer prematuramente do que aqueles que não se sentem isolados.

Estar conectado com outras pessoas, é necessidade básica de qualquer ser humano, e o isolamento, assim como a solidão tem consequências dramáticas para a saúde.

Isolar-se dos outros pode atrapalhar o sono, aumentar a pressão arterial, causar baixa imunidade, levar ou aumentar a depressão, diminuir a sensação de bem-estar e eleva o hormônio do estresse.

A solidão é muitas vezes a sensação e motivo que dá origem a emoções como raiva, tristeza, depressão, inutilidade, ressentimento, sentir-se vazio, vulnerável e pessimista.

Pessoas solitárias, frequentemente sentem que não são queridas, são muitas vezes auto obcecadas e não têm empatia com os demais. Eles temem rejeição e mantem-se à distância, o que alimenta a solidão.

Quando isoladas costumam, muitas vezes achar que todos estão bem, enquanto somente eles, não estão, e tendem a achar que são os únicos que levam um fardo.


Livre-se da solidão!

Para evitar o isolamento, esteja sempre em contato com outras pessoas, pratique atividades físicas em grupos, participe de grupos de estudo, tenha contato com os ex-colegas, amigos e vizinhos, participe de reuniões de família e compartilhando bons momentos com eles e com os amigos.

Para os mais velhos, aposentar-se muitas vezes pode ser um erro. Isso afasta as pessoas de suas atividades rotineiras como a saída de casa, momentos sociais e sensação de utilidade.

Existem programas que podem ajudar pessoas de qualquer idade a desenvolverem a auto aceitação, para que, caso necessitem de apoio, consigam relacionar-se e conectar-se com outras pessoas, livrando-se dessa ameaça à saúde.


Veja outras opiniões, conte a sua também:


Veja também:


Matérias Relacionadas