Seis erros que cometemos na cozinha Vida Sim

Você corta carnes e vegetais na mesma tábua? Não lava os espetos do churrasco para evitar ferrugem? Lava o frango antes de prepará-lo? Se você tem algum desses hábitos, a sua saúde e da sua família pode estar em risco.

Segundo levantamento realizado pela Organização Mundial da Saúde (OMS), 1,8 milhão de pessoas morrem todos os anos, em decorrência da ingestão de alimentos contaminados, e os idosos são os que mais sofrem com intoxicações alimentares.

Especialistas em segurança alimentar explicam os seis principais erros habituais que cometemos na cozinha e ensinam como evitá-los.

1 – Cortar vegetais e carnes cruas na mesma tábua

tabua de corte Seis erros que cometemos na cozinha Vida Sim

Seja em tábua de plástico ou madeira, cortar carnes cruas e outros alimentos na mesma tábua, sem lavá-la, aumenta os riscos para a saúde. Este tipo de contaminação é conhecido por contaminação cruzada. As carnes cruas são naturalmente cheias de micro-organismos, que são eliminados durante o processo de cozimento da carne, mas como os vegetais são consumidos muitas vezes crus, levam para a mesa vários problemas.

2- Desconsiderar a temperatura dos alimentos

temperatura dos alimentos Seis erros que cometemos na cozinha Vida Sim

Muitas pessoas retiram os alimentos do freezer bem cedo, e deixam na bancada da pia para o descongelamento em temperatura ambiente. É exatamente isso que faz com que os micro-organismos se multipliquem rapidamente. Da mesma forma que não podemos congelar alimentos quentes, não podemos descongelar alimentos rapidamente, alertam os especialistas. O ideal é alternar a posição do alimento no refrigerador, baixar do freezer à geladeira, para que o alimento descongele aos poucos.

3 – Lavar o frango

frango Seis erros que cometemos na cozinha Vida Sim

A agência de segurança alimentar britânica, Food Standards Agency (FSA), realizou uma campanha para conscientização dos riscos de lavar o frango antes do preparo. Segundo a agência, a água, em temperatura entre sete e sessenta graus, oferece condições ideais para a proliferação de bactérias no alimento, o que o torna um risco para a saúde. Lavar o frango apenas contribui para que as bactérias (Campylobacter) se espalhem com maior facilidade por todo o alimento, tornando o seu consumo um risco à saúde.

4 – Comprar alimentos na beira da estrada

Alimentos de Beira de Estrada Seis erros que cometemos na cozinha Vida Sim

Alimentos não acondicionados corretamente podem estar infestados de colônias de bactérias. Os leites e derivados, lingüiças, pescados e ovos são alimentos mais vulneráveis que devem ser comprados apenas em estabelecimentos regulamentados, seja por inscrição municipal, estadual ou federal.

5 – Acondicionar ovos em ambientes abertos, mesmo dentro da geladeira

Acondicionamento de Ovos Seis erros que cometemos na cozinha Vida Sim

Os ovos devem ser guardados em potes com tampa. A salmonela, principal bactéria presente no alimento, vive na casca do ovo, e entra em contato com o alimento quando quebramos a casca. É importante nunca deixar a gema do ovo mole, pois as bactérias só são completamente eliminadas com temperaturas acima de sessenta graus, e a ingestão delas podem causar doenças sérias com risco de morte.

6 – Não limpar os espetos após o churrasco

Espetos de Churrasco Seis erros que cometemos na cozinha Vida Sim

Muito dizem que não limpar o espeto depois do churrasco evita que apareça ferrugem, o até pode ser verdade. A gordura evita que a ferrugem se desenvolva, mas ao mesmo tempo, favorece a proliferação de bactérias que causam doenças seriíssimas. Os espetos devem ser lavados todas as vezes que forem utilizados. Para evitar o aparecimento de ferrugem, a dica é passar um pouco de óleo, após limpos e secos.


Veja outras opiniões, conte a sua também:


Veja também:


Matérias Relacionadas