12 dicas para manter seu casamento sempre em alta Vida Sim

O casamento é um momento de muita alegria para o casal, uma vez que representa a união do amor entre duas pessoas. Porém, trata-se de um complexo processo, pois nesse contexto, se juntam duas pessoas com personalidades distintas, o convívio cresce, os hábitos entram em conflito e as responsabilidades aumentam.

Para que a harmonia esteja sempre presente no casamento, é preciso desprender um esforço diário por ambas as partes, através de pequenos gestos e atitudes cotidianas.

Nada é perfeito, afinal os dois possuem suas próprias individualidades, as quais muitas vezes se contrariam. Mas para que a vida a dois seja feliz, o respeito, a união, os elogios, as surpresas, o carinho, o amor, entre outros aspectos, devem estar sempre presentes.

Devemos tratar quem escolhemos para estar ao nosso lado da mesma maneira que gostaríamos de ser tratados. Ou seja, deve haver um equilíbrio, uma troca mútua de responsabilidades e confiança.

As adversidades existentes ao longo do caminho podem ser superadas através de compreensão e diálogos sinceros. Juntos, é possível avaliar e ajustar o melhor para o casal, o que deve ser alterado, mantido ou excluído da relação.

A seguir preparamos uma lista com 12 dicas que podem ajudar a manter um bom casamento. Confira:

1 – Amar o outro como ele é:

Para um bom relacionamento entre o casal, cada um precisa a respeitar e amar o outro como ele é. Ambos são diferentes e possuem suas características, defeitos, qualidades, singularidades, manias, hábitos, etc.

É preciso encontrar a harmonia para manter uma boa convivência, e para isso, tanto você quanto seu amor, podem ceder um pouco, ou incentivar/mostrar que determinada atitude pode ser reavaliada e modificada, mas jamais brigar ou impor que o outro mude o seu jeito de ser, isso tende a causar brigas, ou seja, não é a melhor alternativa.


2 – Sem mentiras:

A base de qualquer relacionamento engloba três grandes pontos: amor, confiança e lealdade. Não devem existir mentiras entre o casal. Por mais que a verdade machuque, sempre a melhor opção é ser sincero com que você ama, afinal de contas, você não gostaria que seu companheiro ou companheira mentisse para você.

Sempre existe a possibilidade de que outro descubra a verdade através de outros meios, contribuindo assim para a desconfiança, a qual é desnecessária em qualquer casamento.

Em suma, não faça ao próximo – em especial a pessoa que você escolheu para estar ao seu lado, o que você não gostaria que ela/ele fizesse para você.


3 – Saiba relevar e encerrar brigas:

Quando duas pessoas passam a conviver juntas, é comum que brigas aconteçam. Não podemos generalizar, pois existem aquelas que realmente merecem serem discutidas, mas existem algumas que não precisam de tanta atenção.

Estas geralmente decorrem em virtude de problemas bobos, logo, o melhor nesse caso é saber relevar. Se o outro quiser discutir, faça alguma outra coisa, mude de assunto e deixe passar, afinal algumas coisas simplesmente não valem a pena.

Caso vocês briguem, é muito importante saber o momento de encerrá-la.

O conselho é poupar energia para o que realmente importa.


4 – Procure valorizar mais as semelhanças:

Existem aqueles casais que insistem em ressaltar as diferenças, e também os que voltam mais seu olhar para as semelhanças.

O ideal é não ser apenas um desses, mas sim, encontrar um meio-termo entre os dois. Cultive as compatibilidades, mas não deixe que as divergências se sobressaiam.


5 – Não deixe a aparência de lado:

Não é porque se casou que a aparência deve ser deixada de lado. Este é um erro muito comum cometido por muitas pessoas. No começo do namoro você capricha mais, procura sempre estar com um bom visual, mas com o decorrer do tempo começa a relaxar no aspecto exterior.

Nada disso! Após o casamento ambos devem continuar a se cuidar, isso contribui para elevar a autoestima, e a autoconfiança, o que pode ser muito sedutor aos olhos do parceiro.


6 – Elogie (com sinceridade):

Nada melhor do que sermos elogiados. Trate-se de uma atitude simples, e que você pode realizá-la sempre. Por isso, elogie constantemente quem você ama, e faça-o se sentir amado.

Exalte suas qualidades, fale sobre o seu sorriso, seu olhar, seu caráter, do excelente papel que ele/ela desprende como pai ou mãe, do ótimo profissional que é, enfim, diga os motivos que fazem dele/dela uma pessoa tão especial e maravilhosa.


7 – Seja criativo e surpreenda:

Para não cair na rotina, abuse de toda a sua criatividade e faça algo inesperado. Fuja da comodidade, e procure por algo diferente, assim você deixará seu parceiro ou parceira surpreso.

Você pode mandar flores, fazer um jantar romântico, enviar recadinhos de amor por mensagem, investir em uma noite romântica, fazer um passeio, entre muitas outras coisas. Existem diferentes formas de demonstrar seu amor, deixe fluir sua imaginação e surpreenda-o.


8 – Tenha uma boa comunicação:

É fundamental ter uma boa comunicação para manter o casamento feliz. Dialogar é a melhor solução para resolver os problemas. Sempre que existir algo que te incomode, converse com seu parceiro/parceira. Mas não adie, pois tal atitude só piora com o tempo.

É importante que isso não ocorra em momentos de nervosismo, uma vez que no calor do momento, é comum desprendermos palavras que acabam por agredir emocionalmente o outro. Procure sempre manter a calma, e converse até que o problema seja resolvido.


9 – Dê apoio:

Apoiar o cônjuge é muito importante. Seja em momentos de felicidade, em projetos pessoais e profissionais, em períodos de doença, tristeza ou de fraqueza.

Esteja sempre ao lado do seu amor, e o ajude a superar toda e qualquer dificuldade. Afinal, vocês formam um casal, e querem apenas a felicidade um do outro.


10 – Confie e seja confiável:

Da mesma maneira que você deseja confiança por parte do outro, você também deve ser confiável. O ciúme é um dos principais motivos para desencadear brigas em um casamento. É comum sentir um pouco desse sentimento, porém, isso não pode virar uma obsessão.

É preciso saber respeitar o espaço e privacidade de seu amor, e dar motivos para que exista uma troca mútua de confiança entre vocês.


11 – Não crie expectativas, e não adie a felicidade:

É totalmente comum criar expectativas diante do casamento, como exemplo, a compra de uma casa, o primeiro carro, os filhos, um emprego melhor, entre outros.

Mas não permita que esses acontecimentos sejam os únicos e exclusivos motivos da felicidade do casal. É importante pensar no futuro, mas você não deve esquecer-se de viver o presente e ser feliz com o que você possui.

Mantenha os pés no chão para evitar frustrações caso as coisas não ocorram da maneira que você idealizou.


12 – Divida as responsabilidades:

Para manter um bom casamento, é fundamental que o casal divida as responsabilidades. Saber dividi-las demonstra maturidade e humildade de ambas as partes.

Apenas um não pode ser o encarregado de tomar todas as decisões, pois isso sobrecarrega o parceiro, deixando-o a cargo de muitas responsabilidades.

Bons resultados podem ser obtidos quando existe um equilíbrio na relação, ou seja, tudo dever ser repartido de maneira igualitária. As opiniões e os desejos de ambos devem ser levados em conta igualmente, assim a construção do lar pode ocorrer de maneira justa, englobando o amor e o respeito.


Veja outras opiniões, conte a sua também:


Veja também:


Matérias Relacionadas