Você conhece o chocolate que não engorda? Vida Sim

Você conhece a alfarroba? Trata-se de uma vagem comestível, fruto da alfarrobeira. Esta árvore selvagem, típica da costa do Mar Mediterrâneo, está sendo largamente utilizada como substituta do chocolate.

Pode-se encontrá-la na forma de pó, bombons e barras, em casas de produtos naturais. Em comparação com o chocolate tradicional, os benefícios oferecidos pela alfarroba são mais vantajosos, entenda o porquê.


Conheça algumas de suas vantagens

Ela não possui lactose e nem glúten mas mesmo assim mantém as características básicas semelhantes ao chocolate, como cor, textura e gosto. Além disso, por ser naturalmente doce, é dispensada a adição de açúcar, o que é excelente para a nossa saúde. Desse modo, temos uma opção menos calórica e mais saudável.

Além dos benefícios já citados, a alfarroba apresenta uma composição rica em minerais, proteínas e vitaminas, configurando-se como um alimento mais completo se comparado ao cacau. O organismo é auxiliado no processo de metabolização de gordura, proteína e carboidrato, em virtude das quantidades elevadas de vitaminas B1 e B2 presentes.

Essas vitaminas ainda colaboram para um melhor funcionamento do sistema nervoso e raciocínio. A vitamina A também se encontra em quantias elevadas, o que contribui para a proteção da pele e da visão.

Outra vantagem é a existência de minerais como o cálcio e magnésio, os quais unidos auxiliam a melhorar a mobilidade dos músculos. A ajuda no combate ao colesterol e na redução de gorduras localizadas é proveniente da elevada quantidade de fibras presente na alfarroba.

Além disso, elas possuem outra ação benéfica: estimulam o bom funcionamento do intestino. Vale ressaltar que, assim como o cacau, esse alimento possui polifenóis. Ou seja, antioxidantes que contribuem para o combate de radicais livres. Tal processo auxilia na desaceleração do envelhecimento das células, consequentemente, ajudando também na prevenção contra algumas doenças.


Substituindo o cacau

Diferentemente do cacau, ela não possui agentes estimulantes ou alergênicos, como a cafeína e teobromina. Desse modo, a substituição livra a pessoa de outros dois componentes, a fenilatilamina e o ácido oxálico. A primeira contribui para a formação de enxaqueca e o segundo interfere na absorção de minerais importantes como o zinco e o cálcio.

A forma de pó é rica em taninos, os quais se consumidos com moderação agem beneficamente para o coração e artérias. Já o consumo da farinha de alfarroba tende a ser mais nutritivo, uma vez que seus nutrientes ficam mais bem conservados.


E quanto aos diabéticos?

O baixo índice glicêmico presente nesse alimento o torna um bom produto para consumo para aqueles que são portadores da diabetes. Isso se dá em virtude da presença de fibras em sua composição, que atuam desacelerando o processo de digestão, o qual é de suma importância para o controle dos níveis de açúcar no sangue.


Valores calóricos e nutricionais

Quando comparamos os valores nutricionais (em 20 g), entre o cacau e a alfarroba, notamos as diferenças. O primeiro, apresenta cerca de 23% de gordura, e 12 mg de sódio, contra 7% de gordura e 0 g de sódio da segunda.

Em relação às calorias, são 180 do chocolate contra 80 da alfarroba.

Os carboidratos e as proteínas também apresentam diferenças consideráveis. São 5,6 g e 5 g do chocolate, contra 17,8 g e 0 g da alfarroba. As quantidades de fibras presentes no substituto do chocolate giram em torno de 1,2 g, enquanto no próprio, o valor é nulo.

Mas é importante lembrar que o chocolate tradicional não é um vilão, pelo contrário. Se consumido com moderação pode trazer inúmeros benefícios a nossa saúde. Ele fornece energia ao nosso corpo e ajuda na melhora da circulação sanguínea, na saúde do coração e nos músculos cardíacos, estimula o sistema nervoso central, fornece sensação de bem estar, entre diversas outras vantagens.


Bolo de alfarroba

Segue uma receita simples e rápida de bolo de alfarroba:

Ingredientes:

- 2 ovos
- ½ xícara (chá) de óleo vegetal
- 1 pitada de sal
- 5 gotas de essência de baunilha
- 1 xícara de chá de açúcar
- 1 e ½ xícara de chá de farinha de trigo
- ½ xícara de chá de aveia em flocos
- 2 a 3 colheres de sopa de alfarroba em pó
- 1 xícara de chá de leite desnatado
- 1 colher de sopa de fermento químico em pó.

Modo de preparo

Bata os ovos, o óleo, o sal e a essência de baunilha de maneira que fiquem homogêneos.
Adicione os outros integrantes e depois o fermento. Ponha a massa em uma forma untada e leve ao forno pré-aquecido a 200ºC.

Deixe assando por 40 minutos ou até que, ao espetar um palito, este saia seco.

Rendimento: 16 pedaços.


Veja outras opiniões, conte a sua também:


Veja também:


Matérias Relacionadas