Seu filho foi infectado pelo VSR? Saiba mais sobre esta doença Vida Sim

O Vírus Sincicial Respiratório – também conhecido pela sigla VSR, é um vírus muito comum e altamente contagioso. Sua infecção atinge principalmente o trato respiratório de crianças antes do segundo ano de idade. Para a maioria dos bebês e crianças pequenas, a infecção provoca apenas um resfriado. Entretanto, para uma pequena percentagem, a infecção com o vírus VSR pode conduzir a problemas graves, tais como bronquiolite e pneumonia.

Saiba mais sobre esta doença:

Qual a maior faixa de risco para infecção:

– Bebês prematuros;
– Crianças menores de 2 anos que nasceram com doenças cardíacas ou pulmonares;
– Bebês e crianças pequenas cujos sistemas imunológico estão enfraquecidos devido a doenças ou tratamento médico;
– Crianças menores de 8 a 10 semanas de vida;


Sintomas de VSR:

– Dificuldade respiratórias;
– Febre alta;
– Corrimento espesso do nariz;
– Tosse com muco amarelo, verde ou cinza;
– Irritabilidade incomum ou inatividade;
– Recusa de amamentação ou mamadeira;
– Sinais de desidratação, incluindo a falta de lágrimas quando choram; pouca ou nenhuma urina na fralda durante seis horas, pele seca;

Atenção: Se observar uma respiração muito rápida e agitada, ou a presença da tonalidade azul para os lábios ou unhas leve o bebê imediatamente para o hospital.


Tratamento:

Felizmente, a maioria dos casos de VSR são leves e não precisam de tratamentos médicos.
Caso necessite de hospitalização, o bebê será observado de perto e os procedimentos incluem tratamento de doenças respiratórias.

Em casa, o correto é deixar o ambiente da criança com VSR o mais confortável possível.
Para ajudar seu filho a respirar, use umidificador de ambiente durante os meses secos, para evitar secar as vias aéreas da criança, ou também um respirador nasal.


Veja outras opiniões, conte a sua também:


Veja também:


Matérias Relacionadas