Medicação e suplementos - a combinação que pode ser perigosa Vida Sim

É cada vez maior o consumo de suplementos vitamínicos e nutricionais em todo o mundo, principalmente pela grande publicidade sobre os supostos benefícios proporcionados a saúde.

A agência americana FDA (Food and Drug Administration), publicou recentemente um comunicado oficial alertando toda a população sobre os riscos da combinação de suplementos com medicações.

Na classificação de suplementos dietéticos estão incluídos, além de minerais e vitaminas, outras substâncias, como aminoácidos, enzimas, fitoterápicos e extratos animais. Geralmente estas substâncias não necessitam de aprovação da FDA antes de sua comercialização, e, portanto, não são realizados testes para comprovar a segurança e eficiência do consumo.

Mesmo que os suplementos sejam conhecidos e consolidados no mercado, a maioria deles necessita de pesquisas mais aprofundadas para o conhecimento de sua atuação no organismo. Porém, a atual classificação torna muito confusa a diferenciação entre alimentos, suplementos ou medicamentos sem prescrição.

No comunicado, o órgão regulador alerta que misturar vitaminas e suplementos com remédios pode representar sérios riscos à saúde. Alguns suplementos podem diminuir o efeito das medicações e outros podem aumentar esse efeito. Essa variação de efeitos ocorre porque certos suplementos podem interferir na metabolização, absorção e excreção de medicamentos, alterando desta maneira sua potência e efeito.

Por exemplo, remédios para o coração, depressão, AIDS e até mesmo pílulas anticoncepcionais, podem ter a eficiência reduzida se a pessoa consumir Erva-de-São-João, também conhecida por Hipericão. O resultado pode ser ainda mais sério, dependendo das medicações envolvidas. Como estas, várias outras interações podem ocorrer entre suplementos e medicamentos.

Para evitar possíveis problemas de saúde, a agência reguladora FDA recomenda sempre consultar o médico antes da ingestão de suplementos e esclarecer os possíveis riscos do consumo.


Veja outras opiniões, conte a sua também:


Veja também:


Matérias Relacionadas