Graviola e a cura do câncer Vida Sim

Pesquisadores dos EUA e de outras partes do mundo descobriram que substâncias encontradas na folha da graviola atuam de maneira extremamente potente contra células cancerígenas malignas.

Nas pesquisas realizadas, foi possível concluir que a ação das acitogeninas, substâncias presentes na folha da planta, conseguem destruir células cancerígenas com uma força 10 mil vezes superior à da quimioterapia.

Até o momento, a indústria farmacêutica não conseguiu sintetizar o princípio ativo da substância, fazendo com que a descoberta não tenha chegado ao público.

Uma das informações mais surpreendentes é que as acitogeninas atuam exclusivamente nas células cancerígenas, não afetando células saudáveis, ao contrário do que ocorre com a quimioterapia.

Os testes realizados apontam que células malignas de 12 tipos de câncer são afetados pelo extrato das folhas, incluindo cólon, mama, próstata, pulmão e pâncreas.

Assista abaixo a uma matéria veiculada pela Rede Globo sobre o assunto:


Veja outras opiniões, conte a sua também:


Veja também:


Matérias Relacionadas