Estudo aponta que uso excessivo de celular pode causar depressão Vida Sim

Quantas vezes você checa o celular por dia? Consegue ficar sem visualizar e responder mensagens sem se importar? Ou vive andando de cabeça baixa por causa dos smartphones? Você já perdeu noites de sono mexendo em mensagens, redes sociais, aplicativos e fotos?

Saiba que o uso excessivo de celular, além de insônia também é apontada como causa de depressão.

Estima-se que atualmente uma pessoa checa seu celular em torno de 150 vezes por dia, e quase um terço dos usuários de smartphones se declaram viciadas. Equipes de saúde da Universidade de Gotemburgo analisaram quatro estudos diferentes que relacionam o uso de computadores e smartphones buscando como resultado, o impacto que causam em nossa saúde mental. De acordo com os estudos realizados, esse hábito, além de nada saudável, indica o desenvolvimento de um comportamento depressivo e negativo.

Os dados revelaram que as pessoas que usam celulares de forma obsessiva têm mais propensão ao mau humor, materialismo e comportamentos temperamentais, além de serem muito menos capazes de focar em uma tarefa e se concentrarem. Foram realizadas também associações e comparações com a frequência de uso dessas tecnologias e foram destacadas as relações entre o vício e distúrbios do sono além de sintomas de depressão em homens e mulheres.

Da mesma forma, tem se notado um comportamento acentuado com a solidão e timidez, falta de sono e menos envolvimento no trabalho.

O uso excessivo dessas tecnologias mostra os perigos de como estamos nos tornando viciados, sem que ao menos tenhamos consciência de como isso pode (e está) se tornando prejudicial, uma vez que tal comportamento tem sido incorporado como normal no cotidiano de muitas pessoas.

Especialistas indicam que o ideal é procurar estabelecer limites para que sua saúde não entre em jogo. E fazer escolha mais saudáveis, como por exemplo, em vez de acessar a internet do celular nos trajetos de casa para o trabalho ou faculdade, procurar ler livros ou realizar atividades diversificadas.


Veja outras opiniões, conte a sua também: