8 sinais de que você pode estar com depressão Vida Sim

A depressão é uma doença que pode afetar qualquer pessoa, estima-se que 350 milhões de pessoas no mundo são afetadas por algum tipo de depressão. Muitas vezes, a depressão é confundida com tristeza e os afetados pela doença acabam não procurando tratamento.

Existem sinais que podem indicar se você pode estar com depressão. Aprenda a diferenciá-los:

1Você sente dor

Dor 8 sinais de que você pode estar com depressão Vida Sim

Depressão e dor compartilham alguns dos mesmos caminhos biológicos e neurotransmissores. Cerca de 75% das pessoas com depressão sofrem de dor recorrente ou crônica.

Um estudo canadense revelou que pessoas com depressão foram quatro vezes mais propensas a sentirem dores intensas no pescoço ou dores lombares do que aqueles que não estavam deprimidos.


2Você não sente ânimo pra nada

Desânimo 8 sinais de que você pode estar com depressão Vida Sim

É normal às vezes não sentir vontade para sair de casa em um dia ou outro, mas para as pessoas que estão deprimidas não existe motivação, seja para o trabalho, para exercícios ou para socializar com os amigos.

Esse comportamento “zumbi” é um indício de depressão, e pode começar a fazer você se afastar das pessoas que estão ao seu redor.


3Alterações de peso

Alterações de Peso 8 sinais de que você pode estar com depressão Vida Sim

A depressão pode resultar em alterações no seu peso, a começar pela falta de interesse em alimentos e falta

de apetite. Mas o contrário também pode acontecer: comer muito pra preencher suas disfunções emocionais.


4Problemas para dormir

Problemas para dormir 8 sinais de que você pode estar com depressão Vida Sim

Assim como com o apetite, as mudanças físicas podem continuar se alterando extremamente.

De um lado, você pode se descobrir cansado e querer dormir o dia todo, enquanto outras pessoas, podem se encontrar sem sono, noites e noites dormindo muito mal e pouco, ou madrugadas inteiras acordadas.


5Raiva e Irritabilidade

Raiva 8 sinais de que você pode estar com depressão Vida Sim

Encontrar-se continuamente deprimido, pode te tornar extremamente frustrado, e te fazer manifestar-se com raiva.

A raiva é a depressão voltada para dentro. É necessário ter muito cuidado com este sinal, que pode afetar também as pessoas ao seu redor e arruinar completamente o seu dia.


6Dificuldade de concentração

Concentração 8 sinais de que você pode estar com depressão Vida Sim

Você não consegue mais se manter focado, demora horas para fazer algo que normalmente faria em minutos? Luta para conseguir se concentrar mas seus pensamentos estão sempre longe? Sente constantemente como se estivesse sem energia mental e emocional?

É hora de procurar ajuda.


7Alcoolismo

Alcoolismo 8 sinais de que você pode estar com depressão Vida Sim

Cerca de 40% das pessoas que têm depressão sofrem de alcoolismo. O uso de drogas ilícitas e medicamentos sujeitos a receita também são formas comuns que alguns lidam para escapar das suas emoções.

Esse fato não apenas mascara o problema, mas causa danos maiores, como doenças no fígado e a piora dos episódios depressivos.


8Falta de desejo sexual

Desejo 8 sinais de que você pode estar com depressão Vida Sim

A falta total e completa de interesse sexual pode ser (mas não é sempre) uma característica de depressão.

Se você está em um relacionamento, esse sintoma de desinteresse total pelo sexo pode fazer você se sentir ainda mais culpado, com auto-aversão e insegurança, o que pode também agravar ainda mais a depressão.


Notando a aparições dos sinais acima, mesmo não sendo todos ou até alguns deles de maneira acentuada, procure a ajuda de um especialista. A depressão, assim como outras doenças, tem cura e quanto antes detectada, mais rápido será o tratamento.


Nota em relação às discussões e comentários

Não foram poucas as pessoas que se interessaram pela temática e participaram de um diálogo por meio de comentários. Seja expondo problemas pelos quais passaram, fornecendo relatos de pessoas próximas como amigos e familiares e também expondo o processo de superação do problema.

Sem dúvida alguma, essa participação é muito sadia, enriquece o debate e ao mesmo tempo pode auxiliar a situação de pessoas que estão nessa condição. Entretanto, foi possível perceber que muitas pessoas ainda atrelam o quadro depressivo a questões de cunho religioso, o que pode ser muito perigoso.

Vale lembrar que cada pessoa é livre para escolher ter sua crença, seguir alguma religião ou simplesmente se abster disso em sua vida. Independentemente do caminho escolhido, ninguém está livre de ser afetado por uma doença, ou seja, uma coisa não está atrelada a outra. Não é porque a pessoa possui determinada crença ou faz parte de determinada religião que estará imune à doença, isso simplesmente não existe!

O assunto tratado se refere a uma doença, ou seja, é uma questão de saúde e seu tratamento principal deve ser realizado por profissionais da área médica. O fato da pessoa ser apegada a uma religião ou não é uma questão secundária e de foro íntimo e pessoal. Se isso pode trazer alguma ajuda ou conforto ao paciente, isso se dá de modo individual, baseado na crença de cada um.

É de se imaginar que as pessoas que se manifestaram nesse sentido o tenham feito com as melhores das intenções, buscando ajudar de alguma forma. Mas ligar o quadro depressivo a questões religiosas ou à falta de religião acaba podendo gerar ainda mais culpa em pessoas que se encontram debilitadas emocionalmente, além de poder afastá-las do caminho do tratamento médico. Vale lembrar que cada pessoa, individualmente, com base em sua crença pode sentir conforto em sua religiosidade, caso a tenha. Mas deve-se lembrar que isso não substitui de modo algum o tratamento médico. É necessário cuidado e procurar respeitar a opinião e a crença das outras pessoas, além de sempre lembrar a delicada e frágil situação em que quem está passando por isso se encontra.


Veja também:

8 questões que todos devem saber sobre a depressão


8 questões que todos devem saber sobre a depressão Vida Sim

Veja outras opiniões, conte a sua também:


Veja também:


Matérias Relacionadas