11 Produtos do dia-a-dia que podem desregular seus hormônios Vida Sim

Compostos conhecidos como desreguladores endócrinos são substâncias químicas que podem interferir no sistema hormonal do corpo e, consequentemente, produzir resultados adversos no desenvolvimento, reprodução, sistemas neurológicos e imunológicos. Seus efeitos em seres atingem tanto seres humanos quanto animais.

Estas substâncias estão presentes em muitos produtos do cotidiano, incluindo garrafas de plástico, latas de alimentos de metal, detergentes, alimentos, brinquedos, cosméticos e pesticidas. Existem diversos estudos que buscam determinar até que ponto a exposição a estes compostos podem afetar de maneira grave a saúde humana e os resultados são alarmantes. Desde fertilidade reduzida a aumento da incidência de endometriose e graves tipos de câncer.

Conheça um pouco mais sobre estes compostos e os principais produtos onde são aplicados:

Éteres glicólicos

Encontrados em produtos químicos chamados éteres de glicol, são solventes comuns em tintas, produtos de limpeza, fluido de freio e cosméticos. Podem prejudicar a fertilidade e afetar gravemente o feto em desenvolvimento.


Inseticidas organofosforados

Algumas das muitas maneiras que os organofosforados podem afetar o corpo humano incluem: interferir na forma como a testosterona se comunica com as células, reduzindo a quantidade deste horômio além de alterar os níveis hormonais da tireoide.


Produtos químicos perfluorados (PFCs)

Comumente usados na fabricação de panelas antiaderentes, este composto é completamente resistentes à biodegradação. Um composto chamado PFOA tem sido associado à diminuição da qualidade do espermatozóides e baixo peso do bebê já no nascimento, além de diversos casos de doenças renais, doenças de tireoide e colesterol elevado, entre outros graves problemas de saúde.


Mercúrio

Podem facilmente fazer parte da sua alimentação por meio de peixes e frutos do mar oriundos de áreas contaminadas. Para as mulheres grávidas, o mercúrio pode se concentrar no cérebro fetal interferindo diretamente no processo de desenvolvimento cerebral. Também se conecta diretamente a um hormônio que regula o ciclo menstrual e a ovulação da mulher.


Arsênico

Substância altamente tóxica para o corpo humano, essa toxina muitas vezes está presente na comida e água potável. Mesmo em pequenas quantidades, o arsênico pode causar câncer de pele, bexiga e câncer de pulmão.


Chumbo

Prejudica quase todos os sistemas de órgãos no corpo e tem sido associada a um conjunto impressionante de malefícios à saúde, incluindo danos cerebrais permanentes, interrupções da gravidez, abortos, parto prematuro, aumento da pressão arterial, danos nos rins e problemas nos sistemas nervoso e auditivo. Presente em cigarros, tintas, água e algumas cortinas feitas em PVC.


Retardadores de chama (PBDEs)

Substâncias presentes em diversos aparelhos eletrônicos, móveis, colchões, travesseiros e utensílios domésticos, têm como finalidade evitar a propagação de fogo nos objetos. Sua ação no organismo é altamente nociva, causando infertilidade feminina, problemas neurológicos e distúrbios na tireóide.


Perclorato

Substância comumente encontrada em fogos de artificio, contamina diretamente a produção do leite na mulher. Em contato com o organismo humano, entra em conflito com o iodo de nutrientes e ocasiona na desregulação da glândula tireoide.


Ftalatos

Podem desencadear o que é conhecido como “sinalização de indução de morte” em células testiculares, matando-os aceleradamente os espermatozóides. Amplamente presente em recipientes plásticos (inclusive de comida), brinquedos infantis, filme plástico de PVC.


Atrazina

Usada regularmente em pesticidas, é um alto contaminante da água potável. É associada ao câncer de mama, puberdade tardia e a inflamação da próstata.


Dioxina

São agentes cancerígenos poderosos e também podem afetar os sistemas imunológico e reprodutivo. Por ser amplamente usada em pesticidas, produtos como carne, peixe, leite, ovos e manteiga estão suscetíveis a serem contaminados.


BPA, ou Bisfenol tipo A

Substância de alto poder nocivo à saúde humana, é associada a doenças desde câncer de mama e outros problemas reprodutivos, obesidade, puberdade precoce a graves doenças do coração. Está presente principalmente em latas de alimentos, vasilhas plásticas para comida, mamadeiras, chupetas e diversos outros recipientes plásticos.


Veja outras opiniões, conte a sua também:


Veja também:


Matérias Relacionadas