Usar salto alto faz mal para o corpo? Vida Sim

É indiscutível o poder que o salto alto tem de ressaltar a feminilidade da mulher.

Grande parte da população feminina faz uso desse artifício, mas raramente percebe os malefícios causados. Infinidades de modelos nos são oferecidos diariamente, saltos finos, quadrados, plataformas, altos ou altíssimos, as opções são amplas, assim como os riscos. Mas cuidado, ficar bonita pode acarretar sequelas.

É comum após o uso de saltos a aparição de calos, deformidades nos pés, dores e o próprio cansaço nos pés, pernas e coluna, porém isso é apenas o início para problemas mais graves. A biomecânica da região lombar e dos membros inferiores é alterada de forma significativa com o uso desses, chegando até mesmo a provocar alterações vasculares. Isto é resultado do uso prolongado de saltos com grandes centímetros de elevação, os quais geram uma sobrecarga da região anterior dos pés e o peso passa a ficar concentrado em uma pequena área logo abaixo dos dedos.

Com o tempo e a frequência do uso desse tipo de sapato os pés tendem a ficar calejados, podendo assim resultar em deformidades ósseas, como a joanete ou os dedos de garra, varizes e inchaços na perna, e ainda mais sério o encurtamento da musculatura posterior da perna e dos pés.

É importante ressaltar que segundo pesquisas cada organismo reage de maneira diferente às dores, desse modo é difícil determinar um uso máximo para o não acarretamento de transtornos futuros. Sabe-se que 20% das mulheres durante a primeira hora de uso do salto alto sentem dor, 40% na segunda hora, 20% na terceira e os 20% restante após quatro horas de uso.


Quais medidas preventivas podemos tomar?

1 Para aquelas mulheres que fazem uso diário de salto, o ideal é optar por saltos de três centímetros. Ele proporciona conforto, uma boa marcha, melhor equilíbrio e o peso do corpo fica distribuído de maneira mais homogênea. Deixe os mais altos para ocasiões especiais, alternar os sapatos é ótimo para ampliar as opções de flexibilidade e o próprio posicionamento do pé.


2 Sempre que possível escolha sapatos com sola flexível, confeccionados com materiais macios, bico amplo e lembre-se, compre no final do dia, nessa hora o pé já inchou e isso significa que ele irá servir em qualquer outro momento do dia, e nunca se esqueça de experimentar os dois pés.


3 Uma ótima dica é alternar os tipos de sapato, se um dia você fez uso do salto, no outro use um sapato plano. Se usar bico fino hoje, use bico arredondado no próximo dia.


4 Atenção! Usar apenas sapatos planos faz mal, nesse caso, 43% do peso é depositado sobre o antepé e os outros 57% está sobre o calcanhar o que provoca instabilidade. Já o modelo de sapato Anabela possui distribuição igual de peso na frente e na parte de trás do pé, porém muitos modelos são produzidos com solado rígido, o que dificulta movimentação dos pés e não exige contração dos músculos e panturrilhas, prejudicando a circulação.


5 Tente permanecer sentado o máximo possível ao utilizar salto, faça alongamentos de duas em duas horas para diminuir o stress sobre a musculatura e tendões.


Exercícios simples, mas que podem melhorar o dia de quem faz uso do salto alto

1 Pratique atividades físicas regularmente.


2 Faça todos os dias o movimento da bolinha, movimente o pé fazendo um círculo no ar, para dentro e para fora.


3 Eleve os pés para cima e para baixo.


4 Faça alongamento para a coluna e músculos da planta dos pés: sente nos calcanhares, apoie no chão somente a ponta dos pés e curve a coluna como se fosse deitar no chão. Mantenha a posição por 20 segundos.


5 Alongue os músculos paravertebrais lombares: deite de barriga para cima e com os braços abrace os joelhos.


6 Faça alongamento da panturrilha, coloque as duas mãos apoiada na parede, um pé na frente do outro, sendo que o da frente deve ficar curvado e o de trás estendido, sem tirar o pé do chão. Fique nesta posição por 20 segundos e depois troque o pé.


7 Procure ao final de cada dia colocar por 20 minutos os pés em água morna para relaxar.


Veja outras opiniões, conte a sua também:


Veja também:


Matérias Relacionadas