Hábitos que alteram os hormônios Vida Sim

Os hormônios desempenham importante função no organismo, são eles os responsáveis por afetarem o humor, o apetite, o desejo sexual, a tristeza, o peso, a motivação, a atenção, o relacionamento, entre outros.

Alguns comportamentos podem afeta-los e leva-los a sua diminuição ou elevação, alterando assim, o metabolismo. Confira a seguir alguns atos que contribuem para isso:

1 – Frequência irregular na prática de exercícios:

Frequência irregular na prática de exercícios Hábitos que alteram os hormônios Vida Sim

Os exercícios estão associados à produção e a liberação de endorfina – transmissores cerebrais responsáveis por gerar uma sensação agradável e de conforto.

Com essa prática, tanto o sistema imunológico quanto os níveis de hormônios sexuais são beneficiados, estes últimos sofrendo aumento e, consequentemente elevando a libido.

Em função disso, quanto mais exercícios são praticados de maneira regular, mais endorfina o organismo produz, aumentando assim o bem estar diário.


2 – Tomar sol nos braços sem protetor em determinados horários:

Sol direção Hábitos que alteram os hormônios Vida Sim

A produção de vitamina D é elevada quando somos expostos ao sol. Admite-se tomar sol sem protetor durante vinte minutos nos períodos entre as dez horas da manha e dezesseis horas, uma vez que o hormônio conhecido como D desempenha funções no organismo, como por exemplo, proteção contra diabetes, depressão, e até mesmo alguns tipos de câncer.


3 – Elevado consumo de doces e alimentos com alto índice glicêmico:

Consumo de doces Hábitos que alteram os hormônios Vida Sim

Não apenas doces, mas também alimentos de alto índice glicêmico como por exemplo, torrada, arroz branco, massas, pães brancos, entre outros, estão associados com algumas mudanças no comportamento dos hormônios.

Quando consumidos em exagero, o peso tende a aumentar, e com isso o corpo pode se tornar resistente à insulina, hormônio que atua na mobilização do açúcar na corrente sanguínea para a obtenção da energia necessária para o bom funcionamento das células.

Com isso, pode ocorrer o desenvolvimento de diabetes, uma vez que a insulina opera estocando o excesso de açúcar em forma de gordura.


4 – HIIT – Treinos de alta intensidade:

HIIT Hábitos que alteram os hormônios Vida Sim

A produção de hormônio do crescimento e testosterona é intensificada com a prática de exercícios curtos e de alta intensidade. Estes colaboram para a queima de gordura, formação de massa magra e aumento do desejo sexual.


5 – Estresse tarde da noite:

Estresse tarde da noite Hábitos que alteram os hormônios Vida Sim

Quando chega a hora de dormir, os níveis do hormônio associados ao estresse (cortisol) caem, enquanto a melatonina se eleva.

Como resultado, o organismo se prepara para relaxar e dormir. Porém, manter-se ansioso ou tenso durante o dia afeta diretamente os níveis de cortisol. A oscilação desses níveis provocarão dificuldades em se ter uma boa e tranquila noite de sono.


6 – Comer carboidratos depois de praticar exercício:

Carboidratos após exercícios Hábitos que alteram os hormônios Vida Sim

É essencial para o ganho de massa magra que após a prática de exercícios físicos carboidratos sejam consumidos, uma vez que a insulina atua como hormônio anabólico, e o exercício afeta diretamente na sua ação.


7 – Abraçar, sorrir, cantar, massagear, para outra pessoa:/b>

Afeto Hábitos que alteram os hormônios Vida Sim

Ações de afeto contribuem para a produção de ocitocina, um hormônio considerado do prazer e do amor.


8 – Limitação na prática de exercícios cardiocirculatórios:

Exercícios cardiocirculatórios Hábitos que alteram os hormônios Vida Sim

Os níveis do hormônio grelina, responsáveis por eliminar o apetite, diminuem quando exercícios aeróbicos são praticados.


9 – Tomar café ao acordar:

Café ao acodar Hábitos que alteram os hormônios Vida Sim

Não é aconselhado tomar café imediatamente após acordar, o correto seria cerca de duas horas depois.

Isso se dá pelo fato de que este ato pode fadigar a glândula suprarrenal e torna-la mais resistente a cafeína, além de causar uma maior exaustão para a mesma, que passa a liberar maiores quantidades de cortisol.


10 – Tomar café, chá, energéticos e afins no final da tarde:

Café, Chás e Energéticos à noite Hábitos que alteram os hormônios Vida Sim

A cafeína presente nessas bebidas faz com que o organismo passe a produzir mais cortisol. Dessa maneira, a pessoa pode ficar mais ansiosa, o que não colabora para uma boa noite de sono. O ideal seria consumir no máximo dois copos ao dia antes do fim da tarde.


11 – Insônia:

Insônia Hábitos que alteram os hormônios Vida Sim

A insônia afeta muitas pessoas, e quando sua ocorrência é regular, os níveis de cortisol tendem a aumentar no organismo.

Diante disso, as taxas de açúcar sobem no sangue e logo em seguida caem abruptamente, resultando em momentos de estresse e de grande apetite, em especial por comidas gordurosas. Além disso, outro hormônio chamado leptina e relacionado com a saciedade sofre como consequência da insônia.

Procure criar um ambiente agradável na hora de dormir, com poucas luzes, sem barulhos e desligue os aparelhos que podem causar distração.


12 – Café da manha com muitos carboidratos:

Café da manha com muitos carboidratos Hábitos que alteram os hormônios Vida Sim

Quando consumidos alimentos como carboidratos e mesmo outros, de elevados índices glicêmicos, os níveis de insulina sofrem elevações, enquanto o cortisol diminui.

Consequentemente, a pessoa pode se sentir sem disposição e sem motivação. O ideal é se alimentar bem e de maneira equilibrada na primeira refeição do dia.


13 – Exagerar na quantidade de doces durante a TPM:

Quantidade de doces durante a TPM Hábitos que alteram os hormônios Vida Sim

O consumo exagerado de açúcar afeta diretamente o cérebro, causando as tão famosas variações de humor durante o período pré-menstrual.

Para evitar essas variações, a melhor opção não é o consumo desfreado de doces, mas caso sinta vontade procure por chocolates com 70% de cacau.

Vale ainda lembrar que algumas outras gorduras também ajudam no alívio dos sintomas como, por exemplo, ômega 3, óleo de prímula e gergelim.


14 – Excesso de exercícios e dietas hipocalóricas:

Patins Os 10 exercícios que mais queimam calorias Vida Sim

Os níveis de estrogênio são diminuídos quando submetidos a um excesso de exercícios aliados a dietas de baixíssimas calorias.

Com o hormônio em baixa, o ciclo menstrual fica comprometido até que o corpo retorne às condições favoráveis. Além disso, esse hormônio atual na capacidade intelectual da mulher.


Veja outras opiniões, conte a sua também:


Veja também:


Matérias Relacionadas